quarta-feira, novembro 11, 2015

COMO AJUDAR OS ANIMAIS DA TRAGÉDIA DO ROMPIMENTO DA BARRAGEM EM MINAS GERAIS

Boa parte dos animais resgatados em Bento Rodrigues (MG), onde ocorreu a tragédia do rompimento da Barragem da Samarco, continuam sendo levados para um canil em Mariana que fica na BR MG Km 129 (Córrego do Canela) que já tinha outros 74 animais residentes. Por isso, as ONGs e voluntários envolvidos nos resgates pedem, com urgência, doações de ração seca e úmida para cães e gatos, ração para cavalos, porcos e aves, medicamentos antipulgas/carrapatos, antiinflamatórios, material de primeiros-socorros, material de limpeza e outros produtos (ver cartaz). Segundo a veterinária Carla Sássi, que atua no grupo Veterinários na Estrada, de 11 cães resgatados no primeiro dia da ação em Bento Rodrigues, seis já reencontraram seus tutores.

Filhotes resgatados da lama. Fonte: IDDA

Em sua página no facebook, a veterinária conta também que vários moradores estão indo até o canil onde ela presta assistência aos animais: “Alguns tutores trouxeram seus animais pra cá. Estamos medicando, vacinando e vermifugando. Várias pessoas pediram para que tentássemos localizar seus animais, mandaram fotos ou os descreveram. Iremos voltar a Bento Rodrigues e proximidades na tentativa de conseguir localizá-los. É também preciso resgatar os mais ariscos e dar suporte aos animais das populações vizinhas”. E salienta: “Estamos exaustos, mas estamos felizes”.

Porcos e bezerros estão entre os resgatados. Fonte: IDDA

Na quarta-feira (11), a veterinária Amélia Margarida de Oliveira, também do grupo Veterinários na Estrada e conhecida por suas atuações em salvamentos de animais em tragédias de várias partes do Brasil, estará se unindo à veterinária Carla Sássi e ONGs mineiras que já estão em campo. Amélia é a veterinária responsável pelo primeiro mutirão de castração na cidade Madre de Deus e por isso só poderá ingressar nos resgates a partir de quarta.

Pata e filhotes no abrigo. Fonte: IDDA

Em três páginas de ONGs da região de Mariana é possível acompanhar fotos e videos de resgates. A AOPA – Associação Ouropretana de Proteção Animal e a ALPA – Associação Lafaitense de Proteção Animal, mobilizaram suas equipes para retirar os animais da lama que também passaram a ser recebidos pelo Ouro Preto Hostel Telhas de Minas (Praça Antonio Dias, 21 ao lado da Matriz Nossa Senhora da Conceição).

O IDDA – Instituto de Defesa dos Direitos Animais de Ouro Preto é mais uma ONG que botou os pés na lama para salvar os animais. Os voluntários, com ajuda dos bombeiros, conseguiram salvar cães, gatos, porcos, bezerros, cavalos, gansos e, inclusive, uma pata com seus filhotes. Por isso é importante ressaltar que as doações de ração devem contemplar também esses animais.

DOAÇÕES:
Caixa Econômica Federal
Agência: 0127
Conta poupança: 146659-6
Operação: 013
ALPA - Associação Lafaietense de Proteção aos Animais
CNPJ: 16.784.137/0001-14

Contato:
contatoaopa@gmail.com
tel.: (31) 9-8860-2469

Fonte: OLHAR ANIMAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário