quinta-feira, novembro 25, 2010

A Magia das Velas


 Antes de acendermos nossos caldeirões, todo mundo já recorreu às velas. Universais, elas estão em todas as culturas e sempre foram um instrumento poderoso para acessar outras dimensões e conquistar algumas metas. Mas como utilizá-las? É verdade que não devemos acender velas dentro de casa? E as velas coloridas, pra que servem e como usá-las. Este livro mostra todos os segredos da magia com velas, do seu poder e sua prática, com rituais eficazes para amor, vidência, proteção, saúde e dinheiro. A idéia é que você aprenda a essência das velas para poder realizar suas próprias magias e saber também interpretar magias criadas por outras pessoas.

Nas bancas, hoje! Mas se preferir, pode comprar diretamente na www.escala.com.br ou clicando aqui!

Leia aqui um trecho do livro:



Como fazer magia com velas

            Realizar magia com velas não é nenhum bicho de sete cabeças, mas há alguns segredinhos que podem tornar tudo mais fácil e eficiente.

 
Candelabros e lanternas

            Em magia tradicional costuma se utilizar candelabros, geralmente lisos, de barro, estanho, zinco, bronze, prata ou cristal (sim, a magia tradicional é muito cara!). Na wicca, basta que se tenha um lugar seguro para colocar as velas. Um candelabro pode ser interessante, mas na falta de um, utilize um pires simples.
            É comum que se use lanternas também. A lanterna deve funcionar várias horas e é indicada para operações a ar livre. Copos para velas de sete dias ajudam muito, tanto na segurança quanto a manter a vela acesa quando há vento. Podemos aditivar o poder da vela colocando celofane colorido ou pintando o vidro, fazendo com que a vela irradie a cor desejada.


Como acender a vela:

            Pegue a vela entre suas mãos e conecte-se com ela, fazendo uma oração ou recitando um encantamento de abertura. Passe óleo sagrado na vela. Alguns livros indicam que isso deve ser feito em determinada direção, com a ponta do dedo, mas minha experiência me mostrou que os resultados são melhores esfregando-se a vela nas mãos até que elas esquentem. Os chakras das palmas das mãos são fortes canais de energia e irradiam muito mais facilmente qualquer objeto que as pontas dos dedos.
            Concentre-se no que você deseja e sopre a vela, colocando nela sua energia com intenção. Acenda a vela e incline-a ligeiramente se tiver que fixá-la com a ajuda da cera. Pingue três gotas e firme a vela. Se não conseguir da primeira vez, repita o procedimento. Não incline a vela demais, de forma que ela fique de cabeça pra baixo. Basta uma ligeira inclinação. Quando firmar a vela, diga sua intenção em voz alta.
            A partir daí, recite os encantamentos e faça as visualizações. Deixe a mente livre em algum momento para receber mensagens e boas energias, pois a vela abriu um portal para outro plano.

O que fazer quando termina o ritual?

            Se você pode deixar as velas acesas até o fim no local com segurança, deixe. Se não for o caso, apague-as com um apagador e recolha-as. Guarde-as em um local separado e pode usá-las novamente num outro ritual com a mesma intenção. Se sobrou cera, pode jogar fora normalmente. Velas ou restos de velas usadas em rituais de limpeza devem ser descartadas imediatamente após seu uso em um lixo. Use um saco plástico para isolar a energia.
 
Preparação

Mesmo sendo um ritual simples, ainda é um ritual e é bom que você cuide de alguns detalhes antes de acender a vela. Se for um ritual elaborado, tome um banho de limpeza (Poção Violeta ou rosas brancas) antes. Vista uma roupa clara ou na cor da intenção que você vai empregar no ritual. Se for um ritual simples, como acender uma vela e fazer um pedido, basta lavar as mãos. Para aumentar a conexão, antes de passar o óleo sagrado na vela, passe também uma poção.
 
Como interpretar os sinais das velas

            É possível ver o futuro na chama da vela, que, como já dissemos, pode aumentar ou despertar a terceira visão. Mas para quem não tem ainda essa vidência despertada, a vela pode nos dar sinais simples de serem interpretados.


Chama azulada:
Indica a presença de seres superiores, como anjos e fadas. Bom augúrio.

Vela que chora cera preta:
Foi lançado um feitiço ou há uma energia carregada no lugar ou na pessoa que acendeu (ou para quem se acendeu).

Vela difícil de acender:
Ambiente carregado, energias contrárias e dificuldade de contatar o outro plano.

Chama que cresce e diminui:
Quando esse efeito acontece, pode ser um convite para que você faça perguntas. Crescer significa sim. Diminuir significa não.

Fagulhas soltas no ar:
Presença de fadas. Sinal de que a Providência vai colocar alguém no seu caminho para ajudá-lo.

Chama que tremula:
A intenção sofrerá algumas mudanças. Você precisará adaptar seus planos.

Chama que espirala:
Seus pedidos serão alcançados. Presença de salamandras.

Ponta do pavio brilhante:
Seu pedido será atendido e seu caminho possui muita luz e sorte.

Pavio que se divide em dois:
Ou você está dividido ou você terá dois caminhos para seguir. 

 
Vela chorona:
Dificuldades de realização do que você quer. Repense suas escolhas e/ou seus caminhos.

Quando sobra pavio e um pouco de cera em volta:
O Universo precisa de mais do que você está dando.

Vela que se apaga:
Caminhos fechados. O Universo o ajudará, mas você ainda terá que trabalhar muito para conseguir o que quer. Verifique se não há uma corrente de ar. Se a vela apagou à toa, refaça o ritual em outro momento.

Serviço:
A Magia das Velas, de Eddie Van Feu
Editora Escala
Colorida
Preço: R$9,90
Para comprar seu Magia das Velas, clique aqui!

9 comentários:

  1. Interessante,vou fazer de tudo pra comprar o livro. Bjos. Sou sua grande fã!

    ResponderExcluir
  2. já comprei o livro e recomendo. É muito bom.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro tá lindo lindo lindo!!! O conteúdo abundante, cheio de 'coisas' inéditas, até a capa me encantou (fico parada um tempão olhando pra ela) Adorei.

    ResponderExcluir
  4. O livro é muito bom, mas boa parte do conteúdo eu já tinha visto em um artigo da escritora Iona Aires Yananda, não sei quem copiou quem, mas as práticas são muito interessantes. Recomendo!

    ResponderExcluir
  5. Eu li o livro magia das velas e excelente gostei muito ,éimportante saber como acender velas principalmente quando se quer alcançar algo que esta pedindo , parabéns

    ResponderExcluir
  6. Eu estou lendo o livro e gostando muito, nem acreditei quando encontrei ele nas bancas...

    ResponderExcluir
  7. acendi uma vela de 7 dias rosa pedindo uma entidade para o meu amor voltar, só que no terceiro dia a vela apagou sem mais ou menos, o que pode ter havido? e o que devo fazer com relação ao restante da vela devo descarta la ou acender de volta?

    ResponderExcluir
  8. Bom dia,
    Todos os dias eu acendo uma vela para o meu ritual de meditação, reiki e orações.
    Todos os dias, sem exceção o pavío da minha vela se transforma em algo nítido. Uma rosa, uma tulipa, borboleta.. Uma cruz Ansata perfeita! Eu registro todos os dias com fotos e vídeos.
    Não sou Wiccana, e não sigo nenhuma religião. Sou espiritualista. Mas gostaria de entender um pouco mais do que ocorre. Obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde !
    E se a vela de sete dias se apaga pq tem vento ?
    Ela foi acesa no portão e está ventando toda hora e ela se apaga , é normal ?
    Fiz uma casinha de tijolos e coloquei um telheiro por cima deles e na frente dá vela , pode ? Sem problemas?E eu acendi ela de novo ,foi o vento... Pode?

    ResponderExcluir